Notícias

Empatia na prestação de serviços

Por Michelle Novaes, CEO e Substituta Legal do 15 Ofício de Notas

Pense num cartório. O que veio à sua cabeça? Aposto que não foi um pensamento prazeroso e que você imaginou burocracia, fila e chateação. Mas, e se eu te disser que os cartórios estão mudando, acompanhando a evolução da sociedade e se tornando modernos? Nem todo mundo sabe que hoje já é possível resolver todas as questões cartoriais sem sair de casa. Graças a um provimento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), você pode fazer procuração, comprar ou vender imóvel, firmar uma união estável ou mesmo um divórcio da
sua casa. Basta adquirir uma assinatura digital. No caso do divórcio, ainda tem uma vantagem adicional: você não precisa olhar para a cara do ex. Já pensou nisso?

Muito antes da decisão do CNJ, os cartórios já ofereciam serviço delivery. Nós, do 15º Ofício de
Notas do Rio de Janeiro, demos mais um passo na inovação criando o serviço drive-thru durante a pandemia. Foi um sucesso tão grande que os clientes já nos pediram para o serviço continuar mesmo após a pandemia. O que eu quero dizer com esses exemplos é que não importa qual seja o seu trabalho, é sempre possível fazê-lo de uma forma diferente, criativa e mais eficaz.

O mais importante para que essa mágica aconteça é se convencer de que um prestador de serviço precisa gostar de gente, acima de tudo. Precisa exercer a empatia e se colocar no lugar do cliente, imaginar como gostaria de ser atendido e quais facilidades gostaria de encontrar. Para isso, o trabalho não pode ser feito no modo automático. Nem o de um cartório. Cada cliente tem uma história, cada ato realizado em um cartório tem uma enorme importância para os envolvidos.

Nós, tabeliães e escreventes, somos testemunhas de momentos inesquecíveis na vida das pessoas. Fazemos uniões, escrituras, testamentos, entre outros serviços nobres e essenciais. Nada disso combina com gestos frios e automáticos, mas com sensibilidade e eficiência.

Artigo originalmente publicado na revista Mais Influente Business.

< Voltar