Notícias

Telefonia é líder em queixas nos Procons

Telefonia é líder em queixas nos Procons

telefoniacobranca

 

A insatisfação com os serviços de telecomunicações continuam no topo da lista de reclamações dos Procons, segundo levantamento do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), divulgado ontem, pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

As operadoras foram responsáveis por 28,8% das reclamações.

Tanto que os três primeiros lugares do ranking são ocupados, nesta ordem por Claro/Embratel/NET, Oi e Vivo/Telefônica/GVT.

Os assuntos mais reclamados no Procon são problemas com telefonia celular (13,9%), com telefonia fixa (8,1%) e com cartão de crédito (7,3%).

As principais queixas são cobranças indevidas, contratos e má qualidade de serviços e produtos.
— Discordâncias com cobranças, seja do valor da fatura, se contratei ou não o serviço, lideram. Em seguida, problemas com contratos — diz diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), André Lopes.

Em segundo lugar estão os serviços financeiros (25,3%), como bancos e operadoras de cartão de crédito.

Também estão na lista de mais reclamados produtos de consumo no geral, como eletrodomésticos (20,3%), serviços privados (13,4%), serviços essenciais (7,6%) e planos de saúde (1,5%).

Segundo o estudo, as reclamações protocoladas nos Procons do país somaram 2,46 milhões no ano passado. O número representa uma queda de 7,2% em relação à 2015.

Fonte : Jornal Extra

< Voltar