Notícias

Agendamento para carteira de trabalho deverá ser retomado

Agendamento para carteira de trabalho deverá ser retomado

carteiradetrabalhoetrabalhador

 

O Ministério do Trabalho decidiu que o agendamento para emissão do documento será pela internet, a fim de tentar acabar com as filas no Rio.

A medida já tinha sido usada anteriormente, mas não diminuiu o tempo de espera.

O Ministério do Trabalho e Emprego vai retomar o Serviço de Atendimento Agendado (SAA) para a emissão de carteiras de trabalho.

Segundo o órgão, a previsão é que o sistema antigo de marcação eletrônica seja retomado a partir do dia 13.

Na prática, o trabalhador terá que voltar à internet ou ao atendimento pelo número 158 para agendar a ida a um posto que emite o documento.

A preparação interna da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho no Rio contempla, entre outros protocolos, a comunicação às secretarias municipais e estadual, que atendem os interessados na confecção das carteiras.

O serviço de agendamento havia sido suspenso em outubro do ano passado, após várias queixas dos trabalhadores sobre a falta de vagas nos postos.

A partir de então, o critério adotado passou a ser a ordem de chegada ao Ministério do Trabalho no Rio e a distribuição de um número limitado de senhas diariamente. Neste caso, hoje, o documento fica pronto em até 24 horas.

Nas unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine), no entanto, os trabalhadores são atendidos na hora e sem agendamento, mas a confecção das carteiras exige 15 dias úteis para a entrega.

No Rio de Janeiro, alguns postos de atendimento da prefeitura foram fechados, provocando aumento da demanda em outras unidades.

O Ministério do Trabalho busca novas parcerias para reduzir esses impactos. Ainda de acordo com o Ministério do Trabalho, no caso do seguro-desemprego, o trabalhador deve agendar o atendimento por meio do Serviço de Atendimento Agendado (ssa.mte.gov.br) ou pelo telefone 158 (feita de telefone fixo, a ligação é gratuita).

As vagas para os postos do Ministério do Trabalho no Rio são oferecidas a cada sete dias. São seis mil oportunidades abertas por semana, em média, para o estado.
Fonte : Jornal Extra

< Voltar